Saiba como o álcool atinge o seu corpo
vinho

Sair para beber aquele velho drink com os amigos pode parecer nada além do normal para a grande maioria das pessoas. Não há nada melhor do que curtir aquele happy hour nos dias quentes ou se sentar num barzinho com os amigos e saborear alguns petiscos com um copinho do lado. Contudo, este hábito rotineiro pode se causar um vício e, consequentemente, ser um grande vilão para a saúde. Assim, saiba os danos que essa prática pode ocasionar ao seu organismo:

ressaca

Cérebro: Quando o álcool ingerido chega ao seu cérebro, ele incentiva os neurônios a liberarem uma quantidade extra de serotonina. Esse neurotransmissor tem o objetivo de regular o prazer, o humor e a ansiedade da pessoa. Por isso, um dos primeiros efeitos do álcool é lhe deixar desprovido de timidez  e mais eufórico. O etanol inibe a liberação do glutamato, que por sua vez regula o GABA, substância que faz os neurônios trabalhar menos. Sem o controle do glutamato, perdemos a coordenação motora e o autocontrole. Causando no dia seguinte, a famosa ressaca moral.

Estômago:O etanol, presente nas bebidas, importuna a mucosa do seu estômago, dificultando a digestão e aumentando a produção de ácido gástrico. Esse acontecimento acaba gerando aquela típica sensação de enjoo e mal-estar. O vômito funciona como um artifício de autodefesa, comandado pelo cérebro, contra a ação do álcool no estômago. Após vomitar, sente-se uma sensação de alívio porque termina a irritação da mucosa pelas moléculas do etanol.

Rins e Coração: Quando a bebida é consumida em excesso, sente-se mais vontade de urinar. Mas, isso não acontece somente por causa da quantidade de líquido ingerido. O álcool atua na hipófise, dificultando a produção de um hormônio que controla a absorção de água pelos rins. Com menos líquido absorvido, mais urina é eliminada. Um efeito colateral deste excesso de urina acaba atingindo seu coração, pois, junto com ela, são eliminados minerais importantes como magnésio e potássio que ajudam a manter o batimento cardíaco. Por isso, durante e após o consumo alcoólico, o ritmo do seu coração pode apresentar modificações prejudiciais.

Fígado: O álcool é um dos principais originadores da cirrose hepática, podendo prejudicar consideravelmente o fígado. O mais preocupante, entretanto, é que a maioria dos portadores  não sabem de sua condição. Tendo em vista que a doença, em geral, evolui silenciosamente.

Dessa forma, quando consumida em grandes quantidades, a bebida alcoólica é capaz de projetar uma série de malefícios para sua saúde. Curta, brinque, divirta-se, mas sempre com responsabilidade e cuidado com sua saúde. Portanto, mantenha-se sempre saudável aqui conosco.

Leave a reply